KALORIAS

Menu
Fechar

KALORIAS

O poder de uma boa hidratação – Saúde e performance desportiva

O poder de uma boa hidratação – Saúde e performance desportiva

Setembro, 2017

Elemento base para a vida, sendo que constitui cerca de 50 a 70% do peso total do nosso corpo, a água é o principal veículo de transporte de nutrientes e essencial para o funcionamento normal dos diversos sistemas do nosso organismo, assim como permite a regulação da temperatura corporal.

A ausência deste elemento funcional do corpo humano pode acarretar, em poucos dias, a desidratação ou até mesmo a morte.

Como tal é fundamental reconhecer que uma situação de desidratação tem um grande impacto na performance desportiva.

A desidratação pode interferir com a força, resistência, capacidade anaeróbica e rendimento cognitivo, devido a alterações psicomotoras como a concentração e o estado de alerta.

O esforço físico, assim como, a intensidade e duração do exercício físico, provocam necessidades acrescidas de água nos praticantes de modalidades desportivas, sendo fundamental no controlo da temperatura corporal e na produção de suor.

A sudação conduz à perda de água corporal, pelo que uma adequada hidratação é essencial, principalmente nas sessões de treino prolongadas ou em determinados momentos competitivos.

.

  • Um défice de água superior a 2% do peso corporal leva à redução do rendimento em exercícios de aeróbios e afectação do rendimento cognitivo e mental.

    .

  • A perda de água corporal igual a 20% do peso corporal poderá causar a morte, enquanto a perda de 10% causa perturbações graves.

    .

O comprometimento no rendimento causado pela desidratação depende do volume da perda, mas também da tolerância individual e da temperatura ambiente.

É importante optimizar uma correcta hidratação prévia ao exercício e assegurar uma adequada reposição de fluidos após, de modo a regular a temperatura corporal e manter um adequado volume plasmático, que é determinante para a manutenção da função cardiovascular.

Da mesma forma, a reposição de electrólitos também deve ser considerada, uma vez que a desidratação causada pelo exercício físico, leva à perda de sódio, cloro, potássio e magnésio. A perda de minerais e água aumenta a ocorrência de cãibras musculares esquelética.

É de recordar ainda, que a sede, por si só não indica o grau de desidratação dos praticantes, pelo que se deve beber mesmo sem a sensação de secura.

.

Bibliografia:
– Shirreffs, SM. The importance of good hydration for work and exercise performance. Nutr Rev. 2005: 63(6 Pt 2), pp.14-21
– Teixeira P.; Sardinha B.L.; Barata J. L. T. Nutrição, Exercicio e saúde; Edição Setembro 2008
.
Por Susana Fernandes. Nutricionista dos Clubes Kalorias Linda-a-Velha e Telheiras; membro efectivo da Ordem dos Nutricionistas nº2356N.

 

Partilhe com os seus amigos

Escreva um comentário


O seu endereço de email não será publicado.

KALORIAS


CLUBE DE SAÚDE

Compro