KALORIAS

Menu

KALORIAS

KALORIAS

Blog

DIETAS IÔ IÔ

13 de Abril de 2018
0

Certamente já ouviu falar ou já experimentou os efeitos das chamadas “Dietas Iô Iô”, que consistem em dietas que possibilitam a perda de peso, mas que resultam na sua recuperação parcial ou total após algum tempo. Isto pode acontecer em dietas que implicam alterações abruptas dos hábitos alimentares, com posterior recuperação dos hábitos antigos, ou em dietas mais restritivas, que não são possíveis de manter por longos períodos de tempo, e em que, após a fase de restrição, se dá o aumento do aporte calórico, ao qual o organismo não tem capacidade de se adaptar. Dietas que resultam em perdas rápidas e acentuadas de peso levam a perdas indesejáveis de massa magra, principalmente quando não são acompanhadas por hábitos adequados de exercício físico.

A adoção de dietas que impliquem restrições menos intensas, embora resultem em reduções iniciais de peso menos acentuadas, podem conduzir a resultados mais estáveis. Uma restrição menos acentuada e gradual  pode possibilitar ao indivíduo mais tempo para implementar novos comportamentos, mudanças no seu ambiente alimentar e adquirir novos hábitos. É também frequente verificar-se o “efeito iô-iô” em situações em que se dá a desvalorização da fase de manutenção do peso, que se segue à fase de perda de peso, sendo esta última considerada de maior importância, o que se revela incorreto e possivelmente prejudicial.

Estudos indicam que dietas com base em alterações do estilo de vida, nos quais se incluem hábitos alimentares e de exercício físico, apresentam uma maior eficácia na manutenção do peso a longo prazo, estando comprovadas melhorias para a saúde com perdas de cerca de 5 a 10% do peso inicial num período de 6 meses, adequando sempre as expectativas relativamente à redução ponderal desejável, de forma a que a mesma possa ser feita de forma segura e sustentável.

Uma vez que a obesidade é uma doença crónica e multifatorial, é importante ter em conta que as alterações dos hábitos de vida não podem ser encaradas como temporárias e imediatas, mas mudanças de introdução gradual e de cariz vitalício.

É também de relembrar a importância dos profissionais das áreas da nutrição no sucesso da perda de peso, de forma a identificar a abordagem mais adequada, garantir o aporte nutricional adequado em regime de restrição calórica, definir estratégias e estabelecer metas realistas.

.

Referências bibliográficas:

 Paisey R, Frost J, Harvey P, Paisey A, Bower L, Paisey R, et al. Five year results of a prospective very low calorie diet or conventional weight loss programmein type 2 diabetes. J Hum Nutr Diet. 2002;15(2):121–7.
Camolas J, Gregório MJ, Sousa SM, Graça P. Obesidade: Otimização da Abordagem Terapêutica no Serviço Nacional de Saúde.
Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável. Direção-Geral da Saúde. Lisboa, 2017.
J.S. Savage,L.L. Birch. Patterns of weight control strategies predict differences in women’s 4-year weight gain. Obesity (Silver Spring), 18 (2010), pp. 513-52.
 Franz MJ, et al. Weight-loss outcomes: a systematic review and meta-analysis of weight-loss clinical trials with a minimum 1-year follow-up. J Am Diet Assoc. 2007 Oct;107(10):1755-67.

.

Por: Rita Fialho: Nutricionista do clube de saúde Kalorias Évora, membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas nº 3481N.
Partilhe com os seus amigos

Escreva um comentário


O seu endereço de email não será publicado.

KALORIAS


CLUBE DE SAÚDE

Compro

Chat online

)
    is typing...

    OFFLINE 
    Neste momento não podemos atendê-lo. Por favor, envie-nos uma mensagem e responderemos mais tarde.

    Enviar mensagem Cancelar